Terça-feira, 29 de Maio de 2012

Long Sad Night

Eu magoei-o. Mais do que ele alguma vez me magoou creio eu.

Eu deixei-o para trás para resolver coisas minhas. As coisas tamebm não estavam bem entre nós e a distância não ajudava. Mas para mim tornou-se visivel que tinha muitos problemas meus para tratar e que isso me ia impedir de estar com ele tendo tanta coisa para resolver.

 

Ultimamente não me sinto bem. Aliás á muito tempo que me sinto assim mas por vezes piora e, desta vez, não piorou tanto como já aconteceu antes mas aprendi com o tempo que adiar é estúpido.

 

Não me sinto EU. Apenas estou a conseguir ser pequenas nuances de quem realmente sou, o resto nem sei bem que pessoa seja. Muitas vezes sinto que a vida que vivo não está em meu poder, que não posso controlar nada...ou talvez ache que seja melhor não controlar nada porque dessa maneira a culpa nunca há-de ser minha se algo correr mal. Tenho medo, receio, fico com náuseas só de pensar no quão as coisas podem ficar más daqui para a frente se não as resolver, se não conseguir agir da maneira certa. E se eu der um passo e cair ? E se cair, não num buraco, mas num precipício? E se um dia eu não tiver as forças para me levantar ?

Já cai muitas vezes e em algumas delas foi demasiado doloroso levantar-me de novo, e se chegar um dia em que não consiga?

Aliás...e se chegar um dia  em que eu olhe para toda a minha vida e pense que estou arrependida de tudo aquilo que fiz, que devia ter feito as coisas de maneira diferente ? Não me causa muita moça se este dia for amanha, para o ano, daqui a cinco anos até... Mas e se eu só acertar quando já não houver hipótese de retorno ?

 

Acreditem, se me conhecessem, não acreditariam que eu fosse pessoa de pensar nestas coisas. Nunca achariam que eu seria tão derrotista de vez em quando. A coisa mais inconcebivel que poderiam achar seria que ,por de trás da rapariga que sorri para todos e que é tão porreira, haveriam tantos receios, tanta preocupação e tantos medos.

Eu sou optimista, vejo as coisas boas. Há sempre alguma coisa a fazer, há sempre um final feliz porque acredito que as coisas acabam sempre bem, que eu nunca hei-de não conseguir ser feliz. Eu acredito realmente que vou conseguir sair vitoriosa da confusão onde me encontro mas pensamentos como os que escrevi assombram-me e fazem-me largar por breves momentos as coisas boas a que me agarro e tudo o que peço e desejo é que eles nunca vençam por completo.

 

Desculpa se te deixei desamparado, desculpa se te magooei mas não consigo "arranjar-me" contigo a meu lado. Apenas preciso de algum tempo para perceber o que quero e o que vou fazer com toda esta confusão na minha cabeça.

 

 

Beijo

música: Lea Michele - Get it Right
publicado por A. às 02:17
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Férias de Verão #2

. Adoro ♥

. Férias de Verão #1

. Porque é que só quero aqu...

. Converse

. Preciso de um tempinho so...

. I miss the feeling of fee...

. Adoro frases que dizem ex...

. Aren't people supose to s...

. Life

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds